Linhas de crédito para o Agronegócio

LINHAS DE CRÉDITO PARA O AGRONEGÓCIO

 


 

Descubra qual a melhor linha de crédito para o seu negócio.

 

Para alcançar novos mercados e expandir o próprio negócio, ter dinheiro em caixa é fundamental, mas se o saldo do momento custeia somente as necessidades diárias do empreendimento, a saída é apostar no Crédito Rural.

São várias as linhas de crédito para atender as demandas do agronegócio, este artigo aborda os tipos de crédito rural, classificando os mesmos e destacando suas peculiaridades, que os tornam distintos das linhas de crédito comuns.

O crédito rural é trabalhado em três frentes: custeio, investimento e comercialização.

 

 

Como funciona o crédito de custeio?

 

Com o objetivo de custear as despesas da produção agrícola e pecuária ou o custo de produção, como no caso da agricultura, o crédito de custeio é focado na aquisição de insumos como adubos e defensivos, serviços de máquinas e implementos, combustíveis e mão-de-obra, e no caso da pecuária são os custos do dia-a-dia, ração, vacinas, medicamentos, suplementação, salários e outros custos administrativos.

O prazo nessa linha de crédito é mais curto a ser reembolsado, pois é levado em consideração que as despesas quando trabalhadas corretamente, tem um retorno rápido e de curto prazo ou que o cubra somente um ciclo de produção. O período de reembolso de custeio fica entre 6 meses e 2 anos, para a maioria das atividades, com algumas exceções, como é o caso da silvicultura, onde as despesas iniciais possuem um maior tempo para sinalizar retorno.

O custeio pode ser acessado para as mais diversas atividades dentro do agronegócio, da piscicultura ao cultivo de soja, com custeio agrícola e pecuário, além do acesso ao pequeno produtor na agricultura familiar até aos médios e grandes produtores. A taxa de juros das linhas de custeio varia de acordo com o perfil do produtor rural variando de 2,5% a.a. chegando até 12,75%a.a. isso para os recursos controlados (referente ao Plano-Safra), algumas instituições fornecem crédito de custeio com recursos livres (do próprio banco) e operam taxas de juros em torno de 19% a.a.

 

Qual o objetivo do crédito para investimentos?

 

Com objetivo de auxiliar o produtor rural a investir em seu negócio de forma a não descapitalizar ou utilizar seu capital de giro para ser imobilizado em investimentos, a linha de crédito de investimentos é focada na implantação, ampliação ou modernização da infraestrutura de produção e serviços, agropecuários ou não agropecuários. As linhas de crédito destinadas a investimentos são aplicadas em bens ou serviços duráveis, cujos benefícios repercutem durante muitos anos e por muitos ciclos ou períodos de produção.

São itens financiáveis nas linhas de investimento: Aquisição de máquinas e equipamentos novos, produzidos no Brasil, aquisição de bovinos (leite e corte), suínos, aves, caprinos e ovinos, para cria, recria e engorda, aquisição de animais de serviço, fundação, ampliação ou renovação de lavouras de cana, construção, reforma ou ampliação de cercas, formação, recuperação ou restauração de pastagens destinadas à criação de gado bovino, caprino ou ovino, proteção, correção ou recuperação do solo entre vários outros itens como armazéns para grãos, silos, sistema de ordenhas e modernização da frota e maquinários.

As linhas de Investimento podem ser acessadas por todos os produtores rurais e agroindústrias, e abordam assim como o custeio as mais diversas atividades. Existem desde linhas para reduzir a emissão de gás carbônico na atmosfera como o ABC, tanto linhas para a implantação de inovações tecnológicas nas propriedades.

As taxas de juros para as linhas de investimento variam de acordo com o objetivo e tempo de retorno do capital investido, mais ficam entre 0,5%a.a. até 12,5%a.a.

 

Quais os benefícios do crédito de comercialização?

 

Para a comercialização da produção, as linhas de crédito disponíveis permitem melhor controle do fluxo de caixa. Com dinheiro no bolso, as negociações de melhores condições de comercialização de sua produção ficam facilitadas.
O crédito de comercialização visa facilitar o momento de comercialização para o produtor, a instituição financeira disponibiliza uma linha de crédito para que o produtor cubra suas despesas de curto prazo e guarde sua produção para vender no melhor momento. Disponíveis para agricultura, pecuárias entre outras atividades.

Dentro do crédito de comercialização há muitas possibilidades, como a compra da produção de cooperados por cooperativas, a garantia de preços ao produtor, tem modalidades para adiantar o valor das vendas de produção como o desconto de notas promissória rural ou duplicata rural, crédito para viabilizar a estocagem e comercialização, custeando as despesas de armazenagem e conservação da produção agropecuária. Há também opções como a CPR – Cédula de Produto Rural que representa a entrega futura do produto ou a liquidação financeira.

As taxas de juros para essas linhas vão de 8,5%a.a. até 12,75%a.a. quando aplicados os recursos controlados. E os prazos de reembolso podem ser de 20 dias a 1 ano, variando de acordo com a linha de crédito escolhida.
Essas linhas podem ser acessadas por produtores rurais, cooperativas de produtores e agroindústrias, e podem ser utilizadas através do seu banco ou cooperativa de crédito.

 

 

Agora você sabe muito sobre as várias linhas de crédito que podem te ajudar a aumentar a rentabilidade da sua propriedade e do seu negócio, te auxiliando na redução de custos, aumento de produtividade e melhoria na forma de comercializar sua produção.

 

Para não errar na escolha das linhas de crédito rural, a Nagro aconselha atenção redobrada aos prazos e taxas de juros exercidas por cada linha, além de incentivar na elaboração de um planejamento eficaz para a utilização do crédito, pois o crédito quando bem aplicado e gerido, pode facilitar bastante a vida do produtor rural.