Guia para aquisição de imóvel rural

Adquirir um imóvel urbano é bem comum nos dias de hoje, no mercado imobiliário você possui várias opções de instituições financeiras as quais financiam imóveis urbanos, realizam um empréstimo de longo prazo para este fim, e em muitas das vezes não é necessário garantia real, apenas a comprovação de renda suficiente para pagar as parcelas do financiamento.

Porém, quando se trata de imóvel rural, sítios, ranchos, fazendas é um pouco mais complexo conseguir formas de financiar a aquisição dessas propriedades. Não são muitas as instituições que trabalham com financiamentos para estes fins. Apesar disso, ainda temos algumas formas de comprar a tão sonhada terrinha.

Um dos requisitos para que comece a procurar financiamento para imóvel rural é possuir experiência em alguma atividade rural.

Algumas formas de comprovar a experiência na atividade rural são:

– Notas fiscais:

– de compra e venda da produção,

– de insumos gastos na atividade,

– de máquinas

– de animais,

– Inscrição de produtor rural.

– Imposto de Renda (Constando a atividade rural ou sua movimentação)

– Comprovante de movimentação financeira proveniente de atividade rural

– Cadastro de produtor rural na instituição financeira (Saiba como realizar seu cadastro em um banco)

 

OK! Mais e aí!? possuo a comprovação de experiência em atividade rural, quais as opções eu tenho!?

SIMULAR CRÉDITO

Listamos abaixo as opções que hoje encontramos como formas de financiar seu imóvel rural.

1 – Consórcio imobiliário rural

O consórcio de imóvel rural, é a opção que na maioria das vezes é a mais viável e mais em conta. Funciona como os consórcios de automóveis e casas, porém também possibilita a aquisição de propriedades rurais.

Você possui grupos com cotas de acordo com o valor total do imóvel. São realizados sorteios mensais, onde os sorteados recebem o valor para a compra do imóvel rural, ou caso não seja sorteado, o cotista pode dar um lance, e os maiores lances, são selecionados e recebem o valor total do consórcio, porém neste caso o valor do lance deverá ser pago a vista, na liberação do valor total.

2 – Fundos de investimentos em agronegócios.

Hoje no mercado encontram-se vários fundos de investimento, que tem como tese, realizar investimentos em agronegócio, por se um dos setores mais estáveis da economia brasileira. Porém, o custo deste financiamento varia de acordo com o risco da operação e com as garantias oferecidas na operação. Geralmente estes fundos tem um período específico de investimento, o que influenciará no prazo do financiamento.

Quer conhecer os fundos de investimento no agronegócio!? Cadastra-se em: www.nagro.com.br/cadastro

3 – Refinanciamento de seu imóvel urbano ou rural

Se você já possui um imóvel e deseja comprar outro em área rural, talvez o refinanciamento deste imóvel seja a melhor opção já que os juros são menores que os praticados num financiamento comum. Além disso, o prazo para o pagamento das parcelas é tão vantajoso quanto o da tradicional linha de crédito.

As próximas opções são aplicáveis somente a agricultores familiares:

4 – Programa Nacional de crédito fundiário

Oferece condições para que trabalhadores rurais com pouca ou sem nenhuma terra possam comprar um imóvel rural. As famílias são as responsáveis pela escolha e negociação da terra, além da elaboração da proposta de financiamento. Podem participar do programa agricultores rurais, trabalhadores rurais sem-terra, proprietários de terra inferiores a um módulo rural (Fiscal) e pequenos produtores rurais, com, no mínimo, 5 anos de experiência rural nos últimos 15 anos.

5 – Cartão BNDES

O Cartão BNDES AGRO é um produto baseado no conceito de cartão de crédito exclusivo para pessoas físicas, e visa a financiar os investimentos dos produtores rurais em seus negócios. Podem obter o Cartão BNDES AGRO os produtores rurais pessoas físicas com faturamento bruto anual de até R$ 300 milhões, residentes e domiciliados no País, e que estejam em dia com os tributos federais. No momento, Sicoob e Sicredi são os emissores do Cartão BNDES AGRO.

Obs.: É necessário que o produtor rural portador do Cartão BNDES AGRO tenha ou abra conta no banco emissor de seu cartão, uma vez que as faturas são cobradas por meio de débito em conta corrente.

 

A Nagro te ajuda a conseguir o crédito necessário para realizar seu sonho!

Saiba mais em: https://nagro.com.br/

Se cadastre agora em: www.nagro.com.br/cadastro e saiba quais as opções de crédito você pode ter acesso.

CADASTRAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *